terça-feira, 30 de dezembro de 2014

Filmes e Séries vistas em 2014



   Sei que falo pouco de filmes e séries por aqui, mas quero compartilhar um lista de todos (que me lembro) filmes e séries que vi em 2014. Os filmes que assisti em 2014 foram:


-X-Men: Dias de um Futuro Esquecido (2014) ★★★
-Jogos Vorazes: Em Chamas (2013) ★★★
-As Vantagens de Ser Invisível (2012) ★★★
-O Grande Hotel Budapeste (2014) ★★★
-Amantes Eternos (2013) ★★★
-A Extraordinária Viagem  (2011) ★★★
-Eu Não Faço a Menor Ideia do que eu Tô Fazendo Com a Minha Vida (2012) ★★★
-Violette (2013) ★★★
-Viagem à Lua (1902) ★★★
-Le Diable Au Couvent  (1899)  ★★★
-A Nightmare (1897) ★★★
-Marilyn no Divã (2008) ★★★
-Depois de Maio (2012) ★★★
-Os Homens que não Amavam as Mulheres (2009) Dirigido por: Niels Arden Oplev  ★★★
- Confissões de Adolescente  ★★★
-Os Educadores (2004) ★★★
-Reino Escondido (2013) ★★★
-Uma noite de amor e música (2008) ★★★
-Penelope (2006) ★★★
-O Leitor (2008) ★★★
-Medianeras: Buenos Aires da Era do Amor Virtual (2011) ★★★
-Bee Movie - A História de uma Abelha (2007) ★★★
-Azul é a cor mais quente (2013) ★★
-Como Treinar o seu Dragão 2 (2014) ★★★
-A Abadia de Northanger (2007) ★★★
-Lições de Um Sonho (2011) ★★★
-As Horas (2002) ★★★
-Mansfield Park (2007) ★★
-Os Garotos Perdidos (1987) ★★
-Blue Jasmine ( 2013) ★★
-Millennium - Os Homens que Não Amavam as Mulheres (2011) Dirigido por: David Fincher ★★
-As Aventuras de Pi (2012) 
-Aquiles e a Tartaruga (2008) 
- Magia ao Luar (2014) 
-O que será de nozes? (2014) 

    Os meus filmes favoritos são X-Men: Dias de um Futuro Esquecido (2014) (que foi incrivelmente o melhor filme de X-men!); Jogos Vorazes: Em Chamas (2013) que me deixou com vontade de ler os livros; As Vantagens de Ser Invisível (2012) que deve ser visto por todos pelo menos uma vez na vida; e O Grande Hotel Budapeste (2014) que trabalhou com tanta leveza e humor uma história que parecia tão devagar.

Séries que assisti:
-Suburgatório (3ª Temporada) (2014)  ★★★★ 
-Penny Dreadful (1ª Temporada)  (2014) ★★★
-Vikings (1ª Temporada) (2013) ★★★


    Ainda estou vendo a primeira temporada de Hannibal e de Sherlock Holmes, então ainda não sei se gostei. As séries neste ano foram muito gostosas de assistir neste ano. Infelizmente o 3ª temporada de Suburgatório acabou e estou meio orfã ainda da série. Quando sinto saudade corro para ouvir a música tema da série cantada pela Tessa Altman (Jane Levy).

                                       



    Este é um pequeno apanhado de que assisti neste ano. Caso queiram que eu fale mais sobre algum deles seria um prazer dividi minhas impressões deles. Também me digam o que assistiram e quais foram os melhores filmes e séries do seu ano.

quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

Metas para 2015

     Neste ano pensei em participar do Desafios Literários do Skoob, mas percebi que não sou dê ler um gênero por obrigação. O meu humor dificulta e às vezes facilita o processo de leitura. Então, eu pretendo ler, em 2015, livros que já queria ler mais por algum problema com o tempo e o universo conspirou para que eu deixasse ele esquecido.
     Reparei que neste ano li mais autores do autoras, e tentarei para o próximo ano ler mais autoras. Fui verificar isto depois de ver o vídeo da Juliana Brina do canal e blog O pintassilgo falando sobre "Leitores sem fronteira" onde ela fez apanhado das leituras verificando de onde era o/a escritor(a) e se leu mais escritores ou escritoras. Gostaria de participar deste projeto de leitura, mas acredito que deve ser um projeto a longo prazo (o que quer dizer, que mesmo que começasse a fazê-lo devo estendê-lo para os outros anos). O resultado das minhas leituras de 2014 foi que li mais autores brasileiros, segundo lugar ficaram os japoneses, em terceiro lugar os estadunidenses, em quarto lugar foram os ingleses, em quinto foram franceses. Pretendo continuar a ler autores que gosto, mas também buscar por outros países e autores que não li. Dando mais importância a literatura do Oriente Médio, África, Ásia, Oceania e América Latina que foram pouco lidas neste ano. 

Irei aqui deixar uma amostra dos principais livros que quero ler para 2015:

- "A Família Mumin", de Tove Jansson

- "Peter Pan", de J. M. Barrie

- "Em busca de um homem sensível", de Anaïs Nin

- "Mutações", de Liv Ulmann

-"Comer Animais", Jonathan Safran Foer

-"O Amor nos Tempos de Cólera", de Gabriel García Márquez

-"As boas mulheres da China" de Xinran

-"A moral da ambiguidade", de Simone de Beauvoir

-"Hibisco Roxo", de Chimamanda Ngozi Adichie

- "O Homem revoltado", de Albert Camus

-"O Senhor da Dança" de Chagdud Tulku Rinpoche

-"A senhora da Magia", de Marion Zimmer Bradley

    Quem souber outros autores destes continentes que quero dar prioridade nas leituras, por favor, comente comigo! Adoraria receber sugestões de autores e livros!

   Além destes livros que pretendo ler em 2015, quero participar das leituras do Clube de Leituras Feministas - Bastardas criado por Tatianne, do canal e blog O país das entrelinhasDéa, do blog Biofagia; Olga, do canal Itinerário de pasárgada; e Michelle, do blog In a handful of dust. Será muito bom compartilhar leituras feministas com elas.
   O último projeto de leitura, que farei em 2015, será a leitura de livros relacionados a Penny Dreadful. Pretendia começar a ler os livros ainda neste final de ano, mas acabei deixando para depois.


Espero a todos que 2015 seja um ano de ótimas leituras e de muitas realizações (de leitura e na vida)!

segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

"O escolhido foi você" - Miranda July

   
 O livro de Miranda July me impressionou pela sua construção na busca de si de uma forma diferente. Ela encontra nas conversas de vendedores que anunciaram no PennySaver seus antigos pertences a "cura" do seu bloqueio criativo. Este jornal:


"O PennySaver sempre foi mais forte quando a economia esteve mais fraca; a primeira edição foi impressa durante a Grande Depressão na garagem de alguém. O termo nunca tinha sido registrado, então PennySaver de Maryland não pertencia ao PennySaver da Flórida nem ao PennySaver de Nevada. Todos tinham começado suas versões online na última década, e todas as versões impressas vão acabar na próxima década." (p. 26)      


     Ela passa a entrevistar pessoas que anunciam seus pertences antigos no jornal e nestas conversas descobre outros mundos do qual não percebia se não fosse através do PennySaver. Miranda fez no seu descontentamento com a vida e a carreira transformar ao ouvir relatos das pessoas que ela comprou algo. Levou este projeto a sério, mesmo que planejasse perguntas o encontro com a pessoa através do objeto anunciado era inesperado. O medo da protagonista de que seus planos não darem certo foi ao longo do livro sendo superados, quando conheceu diversas histórias de superação e de conquistas de sonhos.
Imagem do primeiro entrevistado por Miranda (p.10) 



    A primeira vez que vai ao encontro de uma das pessoas que anuncia no PennySaver, ela encontra um senhor de idade em busca da sua transformação de sexo feminino e a venda da jaqueta de couro não representava apenas um jeito de financiar este sonho, mas  a despedida de uma identidade. A protagonista quando teve contato com outros tipos de realidades se interessou em relatar no seu roteiro parte destas pessoas que conheceu pelos anúncios do jornal. Desejando que fosse "reais, forjadas da vida, como todas as outras partes da história." (p. 40)


   A protagonista no decorrer dos encontros com anunciantes do PennySaver, conheceu Dina que anunciou um secador de cabelo por 5 dólares e durante a visita para comprar o produto e conheceu mais sobre a anunciante. Dina pede a filha para cantar a música "The Climb" da Miley Cyrus para Miranda e Miranda sentiu que Cyrus falava com ela através de Lynette (filha de Dina) para que ela mantivesse a fé. Além da camiseta de Dina possuía a menagem "eu sou o que sou" (p. 141) e fez com que Miranda se reconhecesse como escritora e como alguém que ouviu e viu o que viraria sua escrita.

Imagem de Dina e Lynette (p. 140)
    Não vou continuar a contar sobre este livro, pois acredito que perderia muita a graça do livro se fizesse um relato de todo livro. O movimento do livro traz a mudança que Miranda tanto deseja em sua vida, pois aquela escritora frustrada passa a ver mais sentido na sua escrita após conhecer as pessoas que anunciavam no PennySaver. Não esperava o rumo deste livro, mas confesso que gostei e muito dele. Para finalizar esta resenha deixo a música "The Climb", da Miley Cyrus, para talvez interessar alguém a conhecer este livro lindo.


sábado, 20 de dezembro de 2014

Festejar com Mafalda, em São Paulo


Olá Pessoas!

    Sabiam que neste mês de dezembro inaugurou a exposição "O Mundo Segundo Mafalda" para comemorar os 50 anos da criação de Mafalda criada pelo Quino. Esta exposição estará em cartaz até dia 28 de fevereiro de 2015, na Praça das Artes, em São Paulo. A Praça das Artes fica na Avenida São João, número 281. A exposição é gratuita e neste período de férias ótimo forma para nós leitores de nos divertimos além das leituras deliciosas que poderemos fazer ao longo do período de férias. 

     A Mafalda é uma personagem feita pelo cartunista Quino no período ditatorial argentino. A personagem como muitas crianças perguntam pelos sentidos das coisas, mas Mafalda ganha o tom de uma personagem questionadora pondo em crítico a situação como estava politicamente na Argentina.



   
   Estou muito animada com esta exposição, pois sou leitora dos quadrinho de Mafalda desde meus 11 anos e sinto muita admiração pelo trabalho do Quino pela produção incrível que fez além de Mafalda.  Ainda não pude ir ver a exposição, mas pretendo muito ir neste mês e quando for trarei algumas fotos da exposição para dividir com vocês. 

Espero que todos possam ir a exposição!

quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

TAG Dias da Semana

Olá!
Eu voltei após dar uma sumida por uns 2 ou 3 meses, mas agora quero estar mais presente no blog. Então nada mais divertido voltar e fazer uma Tag. Vi esta Tag no blog Resumo da ópera respondida pela Michelle.



Domingo – Um livro que você não quer que termine ou não quis que terminasse.

Acho que vou dar uma roubada nesta categoria, pois conheci neste ano dois livros incríveis que me tocaram muito e que não queria que acabassem. Foram eles “Mumin” volume 1, de Tove Jansson e O escolhido foi você de Miranda July.




Segunda – Um livro que você tem preguiça de começar.
Tenho preguiça em começar o “O Jogo da Amarelinha” de Júlio Cortázar, pois eu tenho um certo receio de começar a ler livros de realismo mágico da América Latina e não gostar.  Por isto adio muito o início em conhecê-lo.



Terça – Um livro que você empurrou com a barriga ou leu por obrigação.
Durante o ensino médio tive que ler alguns livros entre eles uns eram leituras para vestibular. Muitos dos livros não foram para mim ruins, mas “Dom Casmurro” de Machado de Assis foi o que menos gostei e foi extremamente difícil continuar a ler este livro até o fim. Apesar de ter terminado de lê-lo, não gostei da leitura.






Quarta – Um livro que você deixou pela metade ou está lendo no momento.
Eu gosto muito da filosofia existencialista de Sartre, mas “A Naúsea” é um grande desafio para gostar. O livro gera o mesmo sentimento do título do livro. Não sei se foi uma fase ruim que tentei ler este livro, mas tenho um pouco de receio de tentar ler ele novamente.


Quinta – Um livro de quinta, que você não recomenda.

“Paixões: Amores e desamores que mudaram a história” de Rosa Montero foi realmente um desencanto em conhecer. Esperava muito mais do livro, sabia que seria um pouco biografista, mas o livro não sabe bem do que está falando. Pareceu-me um livro para vender e que a autora não tinha nenhum interesse de trazer um debate sobre o amor pelas perspectivas das pessoas que ela tenta retratar. Ela se vale de argumentos preconceituosos dos quais fez com que Oscar Wilde fosse preso. Isto me entristeceu e fez com que não quisesse mais ler nada desta autora.



Sexta – Um livro que você quer que chegue logo (lançamento ou compra)

Uma grande felicidade de final de ano foi saber que a Panini irá lançar HQs especiais de Hora da Aventura e vi que lançaramHora de Aventura apresenta – Marceline & As Rainhas do Grito”. Fiquei super feliz, pois minha personagem favorita no desenho é a Marceline.

Sábado – Um livro que você quis começar novamente assim que ele terminou.


“Escolha o seu sonho” de Cecilia Meireles foi um livro que ao longo da leitura me deu muita alegria e nostalgia. Cecilia Meireles me lembra meu princípio como leitora. Este livro de crônicas alegrou e muito o meu dia e depois que li foi ler mais algumas vezes ao longo da semana. Penso em relê-lo no próximo ano, pois não me canso de visitar a escrita de Cecília Meireles.