domingo, 22 de junho de 2014

Penny Dreadful (Série)

  "Penny Dreadful" estreou em 11 de maio nos EUA. No Brasil, a série estreou no dia 13 de Junho no canal pago HBO. Está série tem como ambientação da Inglaterra no final do século XIX que mistura literatura (como, por exemplo, O retrato de Dorian Gray, Drácula e Frankenstein) e fatos verídicos (como, as mortes feitas pelo Jack, the Ripper). A série possui como elenco: Eva Green, Josh Hartnett, Timothhy Dalton, Harry Treadaway, Reeve Carney, Billie Piper, Danny Sapani e Rory Kinnear.
   Achei interessante divulgar a série, pois acredito que outras pessoas iriam se interessar, pois nela discute assuntos cruciais para entender a industrialização, a modernidade e imperalismo/darwinismo social. A série, no meu ver, usa a suspensão da realidade para que o juízo de valor dos expectadores  aceitem melhor assuntos mal-entendidos no século XIX, como a marginalização, a escravidão, a criminalização, e a "loucura" feminina. "Penny Dreadful" traz personagens literários (Victor Frankenstein, Proteus, Caliban, Dorian Gray, Mina) para compreender a composição destes maginalizados que estão representados na literatura e na série une estes numa Londres obscura, misteriosa e perigosa. 
   A Londres que a série busca representar é uma cidade que oferecia sensações embriagadoras ou debilitantes aos indivíduos onde os ruídos e os odores, junto ao constante nevoeiro na cidade geravam todos os medos e escondia seus crimes, “disfarce possível para todas as violências revolucionárias” [1], e o processo de crise econômica em 1886-1887. “O incômodo causado pelos mendigos e pelos vagabundos isoladamente só se vê suplantado pelo medo deles em multidão” [2]. A pobreza era frequentemente ligada ao vício, à preguiça e “(...) aos excessos: daí uma grande rigidez quando se tratava de ajudar os carentes, um intervencionismo social dos mais moderados, uma caridade limitada a casos individuais. Com a repulsa ao vício, toca-se no grande tabu vitoriano: o sexo, e consequentemente, em um valor fundamental, a família”  [3].
   Recomendo a série para quem gosta de literatura ultra-romântica, literatura fantástica (principalmente, grotesco e gótico), e de decadentismo. Quem já viu a série ou se interessou por favor vamos conversar mais sobre as impressões sobre a série.
   Além do mais, quem sabe isto tudo gere uma leitura compartilhada dos livros que a série representou um de seus personagens, como: O retrato de Dorian Gray (Oscar Wilde), A tempestade (William Shakespeare), Frankenstein (Mary Shelley), talvez até O fantasma da Ópera (Gaton Leroux).



[1] CHARLOT, Mônica; MARX, Roland. Londres, 1851-1901: A era Vitoriana ou o triunfo das desigualdades. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 1993, p. 15
[2]  BRESCIANI, Maria Stella Martins. Londres e Paris no século XIX: o espetáculo da pobreza. [10. reimp.]. São Paulo: Brasiliense, 2004. v. 52. p.39
[3] CHARLOT, Mônica; MARX, Roland. Londres, 1851-1901: A era Vitoriana ou o triunfo das desigualdades. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 1993, p. 16.

3 comentários:

  1. Que bom que você voltou, Jéssica! =D
    Estou acompanhando Penny Dreadful e adorando. Hoje vai ao ar o último episódio dessa primeira temporada, mas a série já foi renovada para uma segunda temporada.
    Minha personagem preferida, sem dúvida, é Vanessa, mas também estou gostando muito de Ethan e do Dr. Frankestein.
    Eu achei sensacional sua ideia de ler os livros que estão relacionados com a série! Se quiser, estou dentro! Faltou na sua lista um livro que já li há alguns anos, mas que adoraria reler: Drácula.
    Beijos!
    Eduarda, do Maquiada na Livraria.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eduarda, gosto muito de Penny Dreadful! Enfim, encontrei alguém que também gosta desta série. Estou esperando a 2° série ansiosamente.
      Gosto muito de Vanessa, Dorian e Dr. Frankenstein.
      Não tem problema se já leu, mas caso queira reler estou pensando em fazer isto agora depois do fim da 1° série, caso esteja vendo pela HBO esperarei para começarmos a ler. A Vevs do canal Vevsvaladares falou que também quer ler as obras que inspiraram a série Penny Dreadful, mas ela adicionou o Médico e o Monstro nas leituras. Ainda não entrei em contato com ela, mas caso consiga te aviso e fazemos juntas.
      Tenha ótimas leituras!
      Beijos

      Excluir
    2. Já acabei de ver a 1ª temporada, Jéssica. Mas a 2ª só ano que vem, né?
      Adoro a Vevs, então seria ótimo ler os livros com vocês. Pena que ela já leu Frankenstein...
      Beijo!

      Excluir